Bitcoin ultrapassa os US$ 25.000, mas despenca em seguida

Bitcoin oscila e valoriza 50% desde o início do ano.

Conteúdo

Bitcoin ultrapassou os US$ 25.000 na quinta-feira (16), alcançando níveis não vistos desde junho de 2022.

Após subir mais de US$ 3.000 em um dia, a maior criptomoeda do mundo havia ganhado 50% desde o início do ano.

Mas então caiu bastante rapidamente, caindo para o mínimo de US$ 23.500. Não estava sozinho, Ether aumentou quase 11% entre 15 e 16 de fevereiro, atingindo US$ 1.732 antes de cair para US$ 1.636.

Economia vs Regulação

Mati Greenspan, fundador e CEO da empresa de consultoria de investimentos em criptomoedas Quantum Economics, disse à CoinMarketCap:

“O Bitcoin está tendo o seu melhor início de ano já registrado. Vários fatores podem estar contribuindo para isso, incluindo a diminuição da inflação e uma postura mais suave da Fed, taxas de adoção global crescentes e o evento de halving que está por vir”.

Ao se referir à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, Greenspan acrescentou: “Uma coisa que claramente não está influenciando o preço no momento é a SEC e a sua cruzada contra as moedas digitais”.

Essa última questão tem sido amplamente discutida no Twitter nesta semana, quando a SEC, em 9 de fevereiro, obrigou a Kraken a pagar uma multa de US$ 30 milhões e fechar permanentemente o seu serviço de staking, que a agência chamou de oferta de valores mobiliários não registrados.

Então, na quarta-feira, a SEC propôs uma nova regra de custódia de criptomoedas que, segundo observadores, pode tornar mais difícil para os gestores de fundos colocarem os fundos de seus clientes em criptomoedas.

Os problemas regulatórios das criptomoedas crescem desde que foi supostamente descoberto que a FTX, de Sam Bankman-Fried, fraudou seus clientes em US$ 10 bilhões, dos quais a maior parte se foi.

Essa grande fraude deixou as criptomoedas em uma posição politicamente mais fraca, com ambos os lados prometendo um endurecimento na regulamentação no Capitol Hill.

Os preços das criptomoedas caíram profundamente desde então. No entanto, a pesquisadora de blockchain Lookonchain revelou que investidores institucionais estão retornando, injetando US$ 1,6 bilhão no mercado de criptomoedas na última semana.

A adoção global está crescendo

Enquanto a conclusão óbvia ao se observar a série de falências, fraudes e má gestão de alguns projetos de criptomoedas em 2022 é que os compradores comuns fugiriam, isso não tem sido o caso, de acordo com um novo estudo.

Em janeiro, o Crypto Market Sizing Report 2022 da Crypto.com descobriu que o número de proprietários globais de criptomoedas cresceu constantemente de 306 milhões no início do ano passado para 425 milhões em dezembro.

Em seguida, há o próximo evento de “halving” do Bitcoin programado para 2024. Trata-se da redução periódica de 50% no número de Bitcoins concedidos aos mineradores para escrever novos blocos na blockchain do Bitcoin – um evento que sempre resultou em um aumento substancial de preços, já que a oferta de novos Bitcoins cai.

Visão Global

De forma mais ampla, o mercado de ações como um todo tem se saído bem, com investidores apostando cada vez mais que o Federal Reserve será capaz de reduzir a inflação sem colocar a economia em recessão. Essa narrativa sofreu um golpe na quinta-feira, coincidindo com a reversão do Bitcoin – e do mercado de ações.

Os comentários do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, uma semana atrás, de que a inflação está começando a diminuir ajudaram a acalmar Wall Street – e o mercado de criptomoedas. Mas, como os sinais na quinta-feira indicam que a economia ainda está aquecida, surgiram sugestões de um aumento nas taxas de juros acima do esperado em março.

Há também algumas explicações mais específicas, incluindo um aperto de posições curtas, em que investidores que apostaram na queda do Bitcoin precisam comprar mais para cobrir essas posições. Quase US$65 milhões em posições curtas foram liquidadas na quarta-feira.

Outra explicação é a colheita de perdas fiscais, em que investidores que venderam ativos no final do ano para reduzir suas contas fiscais os compram novamente no Ano Novo para restabelecer suas posições.

Comentários

Regras de uso dos comentários:

  • Comentários de novos usuários serão liberados apenas manualmente em até 24 horas.
  • Usuários já registrados, poderão enviar comentários automaticamente.
  • Não é permitido ofensas, racismo, palavrões ou qualquer tipo de conduta imprópria.
  • Não é permitido envio de links externos.
Seguir
Me notifique quando
guest
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários