CEO da Binance responde às acusações da CFTC em blog

Changpeng Zhao, CEO da Binance, responde às acusações CFTC afirmando que a medida da agência americana foi "inesperada e decepcionante".

Conteúdo

CEO da Binance, Changpeng Zhao, respondeu às acusações da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC, na sigla em inglês) em um post publicado no blog de sua corretora nesta segunda-feira (27).

Ele afirmou que a medida da agência americana foi “inesperada e decepcionante”, especialmente porque a Binance trabalha em conjunto com a CFTC há mais de dois anos.

Zhao aborda as principais denúncias e apresenta contrapontos a elas, afirmando que a Binance usa os sistemas mais compreensivos e efetivos em termos de ferramentas anti-lavagem de dinheiro e de Know Your Customer (KYC).

Uma das acusações do processo da CFTC é que a Binance estaria negociando contra seus próprios clientes, e que o próprio Zhao teria mais de uma conta em sua própria corretora.

Em resposta, o CEO da Binance afirmou que a corretora nunca negociou criptomoedas para obter lucro ou para manipular o mercado. Ele explicou que às vezes a empresa precisa converter criptomoedas para cobrir despesas gerais.

Quanto às suas contas, Zhao admitiu ter duas, uma para o Binance Card e outra para suas criptomoedas. Ele também disse que os funcionários da Binance podem comprar criptomoedas na própria corretora, mas não podem vendê-las antes de 90 dias para evitar que qualquer funcionário negocie ativamente. O desenrolar desse processo é observado de perto devido ao grande impacto da Binance no preço do Bitcoin e outras criptomoedas.

Entenda o caso

A CFTC dos Estados Unidos entrou com uma ação contra a Binance e seu CEO, acusando a corretora de violar regras de negociação e derivativos.

A Binance teria ocultado intencionalmente a localização de seus escritórios executivos, além de instruir clientes americanos a usar VPNs para burlar controles de conformidade.

A CFTC busca interromper as atividades ilegais da Binance e exigir penalidades financeiras e outros recursos. A notícia do processo impactou o mercado de criptomoedas, com o preço do Bitcoin caindo para US$ 26.766, uma queda de 4,4% no dia, e a Binance Coin (BNB) também sendo afetada. O caso ressalta a crescente importância da conformidade regulatória para as corretoras de criptomoedas.

Comentários

Regras de uso dos comentários:

  • Comentários de novos usuários serão liberados apenas manualmente em até 24 horas.
  • Usuários já registrados, poderão enviar comentários automaticamente.
  • Não é permitido ofensas, racismo, palavrões ou qualquer tipo de conduta imprópria.
  • Não é permitido envio de links externos.
Seguir
Me notifique quando
guest
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários