O que é NFT? Como funciona e para que serve um NFT em 2023

O que é NFT? Descubra como funciona e para serve um NFT. Descubra também como comprar, guardar e vender suas NFTs. Guia Completo 2023!

Conteúdo

Os NFTs estão revolucionando o mercado de arte, música, jogos e outros conteúdos digitais. A criação de um NFT permite que os criadores de conteúdo digital protejam e monetizem seu trabalho de uma forma nunca antes possível.

Ao mesmo tempo, os colecionadores e fãs agora podem possuir e exibir ativos digitais únicos e autênticos, e aproveitar o valor que eles têm a oferecer.

O mercado de NFTs tem experimentado um crescimento explosivo nos últimos meses, com vendas de NFTs ultrapassando milhões de dólares e atraindo a atenção de artistas, colecionadores, investidores e outros interessados.

Neste artigo, vamos explorar a evolução do mercado de NFTs e como ele está mudando a forma como pensamos sobre a propriedade, a preservação e a monetização de ativos digitais.

O que é NFT?

Os NFTs são uma forma revolucionária de representar ativos digitais, que permitem aos artistas e criadores de conteúdo ter mais controle sobre suas obras e criar novas formas de monetização.

De forma simples, “NFT” é a sigla para “Non-Fungible Token”, que significa “Token Não-Fungível” em português. Como dito, é uma forma de representar ativos digitais de maneira única e exclusiva, utilizando a tecnologia blockchain para garantir a autenticidade e a propriedade desses bens.

Os NFTs são diferentes de outros tipos de tokens, como criptomoedas, porque cada um é único e não pode ser substituído por outro de igual valor. Isso significa que, ao contrário de moedas como o Bitcoin, que são intercambiáveis, os NFTs têm um valor intrínseco e uma história específicas.

Este tipo de token tem sido utilizado para representar uma ampla gama de ativos digitais, incluindo obras de arte, música, vídeos, jogos e muito mais. Além disso, os NFTs possibilitam que os artistas e criadores de conteúdo tenham um controle mais efetivo sobre suas obras, incluindo a possibilidade de vendê-las de maneira direta e sem intermediários.

A popularidade dos NFTs tem aumentado drasticamente nos últimos anos, com a venda de obras de arte por milhões de dólares e a criação de verdadeiras comunidades de colecionadores em torno deste tipo de ativo. No entanto, ainda existem muitas questões a serem resolvidas, incluindo questões de direitos autorais e a preservação dos ativos digitais a longo prazo.

Ainda é cedo para prever qual será o impacto a longo prazo desta tecnologia, mas certamente será algo a se observar com atenção nos próximos anos.

Como funciona um NFT?

A funcionalidade básica de um NFT é a de provar a propriedade e autenticidade de um item digital. Cada NFT é criado com uma identificação exclusiva e inalterável na blockchain, o que o torna único e diferente de todos os outros NFTs. Isso significa que, ao contrário de moedas digitais, como o Bitcoin, que são intercambiáveis e iguais entre si, cada NFT é único e tem um valor intrínseco próprio.

NFTs são usados para criar e registrar propriedade de itens digitais exclusivos. Por exemplo, um artista pode criar uma obra de arte digital única e vender uma cópia digital autêntica dela como NFT. O comprador agora é o proprietário exclusivo da obra de arte digital e pode exibi-la, vender ou até mesmo revendê-la no futuro.

Portanto, os NFTs são uma forma de provar propriedade e autenticidade de itens digitais únicos, fornecendo uma nova forma de valorização e comercialização de conteúdo digital. Além disso, eles permitem que criadores de conteúdo digital tenham mais controle sobre suas obras e garantam que sejam valorizadas e protegidas corretamente.

Como comprovar que eu sou realmente o dono do NFT?

A prova de propriedade de um NFT pode ser feita através da verificação da sua existência e autenticidade na blockchain. A blockchain é uma rede descentralizada que registra todas as transações e mudanças de propriedade de forma permanente e segura.

Ao comprar um NFT, você recebe um token digital único que está vinculado a você como proprietário. Esse token pode ser verificado na blockchain, o que mostra que ele existe e que você é o proprietário atual.

Para provar a propriedade de um NFT, você pode seguir os seguintes passos:

  1. Acesse a blockchain: Acesse a blockchain na qual o NFT foi criado, geralmente através de uma carteira digital, como a MetaMask ou MyEtherWallet.
  2. Procure o NFT: Na blockchain, você pode procurar o NFT usando sua identificação exclusiva, também conhecida como hash.
  3. Verifique a propriedade: Verifique se você é o proprietário registrado do NFT na blockchain. Isso pode ser feito comparando a identificação do token na blockchain com a identificação do token em sua carteira.

Ao seguir esses passos, você pode provar a propriedade do seu NFT de forma segura e confiável. Além disso, como a blockchain é descentralizada, não há possibilidade de manipulação ou alteração dos dados, o que garante a segurança e autenticidade dos NFTs.

Como comprar um NFT?

Agora que você já sabe o que é um NFT, com certeza você deve estar se perguntando como comprar um desses ativos, por isso listamos aqui os principais passos para que você possa realizar essa tarefa, veja:

Passos básicos para comprar um NFT

  1. Escolha uma plataforma de compra e venda de NFTs: Existem várias plataformas online que vendem NFTs, incluindo OpenSea, Rarible, SuperRare e muito mais. Escolha a plataforma que melhor atenda às suas necessidades e recursos.
  2. Crie uma conta na plataforma: Crie uma conta na plataforma escolhida, forneça as informações necessárias e verifique sua identidade.
  3. Conecte sua carteira: Conecte sua carteira de criptomoedas à plataforma de compra e venda de NFTs, a fim de poder realizar transações. Algumas plataformas podem suportar várias criptomoedas, enquanto outras suportam apenas uma.
  4. Pesquise NFTs: Explore a plataforma e pesquise NFTs que você esteja interessado em adquirir. Certifique-se de ler a descrição e as informações adicionais do NFT antes de prosseguir.
  5. Comprar NFT: Quando encontrar um NFT que você goste, siga as instruções da plataforma para finalizar a compra. Em alguns casos, Você precisará fornecer informações sobre a quantidade de criptomoedas que deseja gastar para taxas de transações da rede, depois basta confirmar a transação.
  6. Armazene o NFT: Por fim, depois de comprar o NFT, você pode armazená-lo na carteira conectada à plataforma. É importante lembrar que, como NFTs são tokens digitais exclusivos e inimitáveis, é importante mantê-los seguros e protegidos.

Lembre-se de que cada plataforma pode ter processos ligeiramente diferentes para comprar NFTs, por isso, é importante ler a documentação e seguir as instruções da plataforma escolhida. Além disso, é importante avaliar cuidadosamente o valor e a autenticidade de um NFT antes de realizar uma compra.

Como os NFTs são precificados?

O preço de um NFT é determinado pelo mercado, assim como acontece com outros bens e ativos. Ele pode ser influenciado por vários fatores, incluindo a demanda, a oferta, a popularidade do criador, a escassez, a qualidade e a originalidade da obra.

Em geral, NFTs são precificados com base na oferta e demanda, assim como acontece com outros ativos. Quanto mais pessoas desejam possuir um determinado NFT, maior será o seu preço. Além disso, o preço de um NFT também pode ser influenciado pelo valor intrínseco da obra em si, como a originalidade, a escassez e a qualidade.

Na maioria das vezes, o preço de um NFT é estabelecido em uma leilão ou em uma venda direta, na qual compradores e vendedores negociam o preço do token. Além disso, o preço de um NFT pode ser influenciado por eventos e tendências no mercado, como mudanças na demanda por itens similares ou mudanças nas condições do mercado geral.

Portanto, o preço de um NFT é determinado pela interação entre a oferta e a demanda, e pode ser influenciado por vários fatores, incluindo a popularidade do criador, a qualidade da obra, a escassez e as tendências do mercado.

Posso vender ou transferir meus NFTs?

A resposta curta e grassa para essa pergunta é SIM! É claro que você pode vender ou transferir seus NFTs.

É possível negociá-los nas mesmas plataformas especializadas que você os comprou. Essas plataformas que podem ser conhecidas também como marketplaces de NFTs, permitem que você liste seus NFTs para venda e negocie com outros interessados.

Além disso, você também pode transferir NFTs para outras pessoas diretamente, usando a blockchain.

É importante ter em mente que, uma vez transferido, o NFT passa a ser propriedade da nova pessoa e você não poderá mais acessá-lo ou controlá-lo. Além disso, é importante ter cuidado ao negociar NFTs, pois eles são objetos virtuais e, portanto, podem ser alvos de fraude ou falsificação. É recomendável fazer uma pesquisa aprofundada e usar plataformas confiáveis ao negociar NFTs.

Por fim, para transferir seus NFTs, você precisará seguir alguns passos básicos:

  1. Tenha acesso à sua carteira de NFTs: Para transferir seus NFTs, você precisará ter uma carteira que os suporte.
  2. Obtenha o endereço da carteira de destino: Você precisará do endereço da carteira da pessoa para a qual você deseja transferi-lo. Isso geralmente pode ser obtido com a pessoa em questão.
  3. Inicie a transferência: Para transferir o NFT, você precisará usar a funcionalidade de transferência da sua carteira de NFTs. Cada carteira pode ter sua própria interface, mas o processo geralmente envolve especificar o endereço da carteira de destino, a quantidade de NFTs a serem transferidos e confirmar a transação.
  4. Confirme a transferência: Após iniciar a transferência, você precisará aguardar que a transação seja confirmada pela rede blockchain. Isso pode levar alguns minutos.

Os NFTs mais caros do mundo: uma lista em constante mudança

O mercado desses ativos vem ganhando cada vez mais destaque no mundo da arte, música e entretenimento. Em alguns casos, esses tokens exclusivos estão sendo vendidos por valores milionários, ultrapassando os valores de obras de arte tradicionais.

Aqui está uma pequena lista dos 4 NFTs mais caros vendidos até o fim do ano passado, você irá se surpreender.

Everydays: the First 5000 Days, Beeple: US$69,3 milhões

“Everydays: the First 5000 Days” é um NFT criado pelo artista digital Beeple. É uma série de desenhos diários que Beeple fez durante 5000 dias consecutivos, começando em 2007. Cada obra é única e representa um momento específico da jornada criativa do artista. O NFT “Everydays: the First 5000 Days” foi vendido por US$69,3 milhões em março de 2021, tornando-se um dos NFTs mais caros já vendidos.

Beeple é conhecido por sua arte digital vibrante e surrealista, que mistura elementos de arte gráfica, design e animação. Ele é uma figura proeminente na comunidade de arte digital e tem uma base de seguidores dedicada em todo o mundo.

A venda de “Everydays: the First 5000 Days” destacou ainda mais o talento de Beeple e a força do mercado de NFTs. Além disso, a venda da obra também tornou Beeple um dos artistas mais valiosos de todos os tempos, ao lado de nomes como Pablo Picasso e Vincent van Gogh.

O comprador foi Metakovan, fundador e CEO da Metapurse, um fundo de investimento de NFT.

Clock, Julian Assange e Pak: US$52,7 milhões

“Clock” é um NFT criado pelo artista Pak, também conhecido como Pak Mansilla. O NFT apresenta uma animação simples de um relógio digital contando o tempo. O que torna esse NFT único é a sua relação com o fundador da WikiLeaks, Julian Assange.

O NFT é uma representação do tempo que Assange passou preso na Embaixada do Equador em Londres, onde ele se refugiou para evitar a extradição para a Suécia.

A obra foi vendida por US$52,7 milhões em fevereiro de 2022 e se tornou um dos NFTs mais caros já vendidos.

A venda de “Clock” destacou ainda mais a força do mercado de NFTs e mostrou como o universo digital pode ser usado para representar questões sociais e políticas. Além disso, a venda de “Clock” também destacou a importância da liberdade de expressão e do direito à privacidade, temas centrais na luta de Assange.

Em resumo, “Clock” é uma obra que alia arte e política, criando uma reflexão sobre questões atuais e importantes da sociedade, além de ser uma obra de arte valiosa no mercado de NFTs. O NFT foi comprado pela AssangeDAO, uma organização autônoma descentralizada (DAO).

Human One, Beeple: US$28,9 milhões

“Human One” é um NFT também criado pelo artista digital Beeple.

“Human One” é a primeira arte física de Beeple. Trata-se de uma escultura em vídeo com movimento 3D, exibido em 4 telas contrapostas, que mostra um filme infinito de um astronauta explorando diferentes cenários.

A obra foi vendida por US$28,9 milhões em 2021 e tornou-se um dos NFTs mais caros vendidos até então.

A venda de “Human One” destacou ainda mais a força do mercado de NFTs e mostrou como a arte digital pode ser valiosa e representar ideias importantes. Além disso, a obra de Beeple tornou-se um marco na história da arte digital e destacou a importância da arte como forma de expressão e reflexão.

Em resumo, “Human One” é uma obra digital que reflete sobre a interconexão humana e a importância das relações positivas, além de ser uma obra valiosa no mercado de NFTs.

CryptoPunk #5822, Larva Labs: US$23,7 milhões

CryptoPunk #5822 é um NFT criado pela empresa Larva Labs, que faz parte da popular série de NFTs CryptoPunks.

Cada CryptoPunk é uma animação de 8 bits única, com suas próprias características e personalidade. Alguns deles são considerados raros devido a sua combinação única de características, como o bigode, óculos de sol, máscaras e até mesmo armas. Essa combinação rara é o que torna alguns CryptoPunks mais valiosos do que outros.

O CryptoPunk #5822 foi vendido por US$23,7 milhões, tornando-se um dos NFTs mais caros já vendidos.

Vale lembrar que esses valores foram obtidos no momento da venda e que o mercado de NFTs está em constante evolução. Portanto, é possível que novas negociações de valores ainda mais impressionantes venham a ocorrer a qualquer momento. Além disso, os NFTs dessa lista podem ter sido vendidos posteriormente por valores diferentes. Mesmo assim, é inegável o potencial do mercado de NFTs e a sua capacidade de surpreender a todos.

O que esperar dos NFTs para o futuro?

O futuro dos NFTs é incerto e pode ser influenciado por muitos fatores, como a evolução da tecnologia blockchain, a regulamentação do setor e a popularidade do mercado de arte digital. Algumas pessoas acreditam que o mercado de NFTs ainda está em seus estágios iniciais e pode crescer significativamente nos próximos anos, enquanto outros argumentam que o mercado pode cair rapidamente como muitos outros mercados especulativos.

No entanto, independentemente da evolução do mercado, é esperado que a tecnologia por trás dos NFTs continue sendo utilizada em muitos outros setores, como imóveis, propriedade intelectual e jogos. Além disso, é provável que os NFTs sejam usados cada vez mais como uma forma de proteger a propriedade de obras de arte e outros itens de valor digital.

Em resumo, o futuro dos NFTs é incerto, mas é seguro dizer que eles terão um impacto significativo no mundo digital e poderão mudar a forma como as pessoas lidam com a propriedade de bens digitais.

Conclusão

Espero que com esse artigo, você tenha entendido melhor o que é e como funciona esses ativos digitais. É importante lembrar que o mercado de criptomoedas, assim como o mercado de NFTs, estão em constante mudança e todos os dias novas informações e novidades surgem.

Então, mantenha-se sempre informado buscando notícias e dados atualizados.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida ou tenha alguma sugestão de artigo, não deixe de comentar na área de comentários abaixo. Todos os comentários são lidos por nossa equipe e são geralmente respondidos pelo autor da publicação.

Comentários

Regras de uso dos comentários:

  • Comentários de novos usuários serão liberados apenas manualmente em até 24 horas.
  • Usuários já registrados, poderão enviar comentários automaticamente.
  • Não é permitido ofensas, racismo, palavrões ou qualquer tipo de conduta imprópria.
  • Não é permitido envio de links externos.
Seguir
Me notifique quando
guest
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários